Visite nosso site!
Missão
"Formar artistas cidadãos, promovendo e difundindo a arte - educação".

Como surgiu a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil
A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil é a única Escola do Bolshoi fora da Rússia. Seu ideal é o mesmo da Escola Coreográfica de Moscou, criada em 1773: proporcionar formação e cultura por meio do ensino da dança, para que seus alunos tornem-se protagonistas da sociedade.

Joinville foi a cidade escolhida para sediar este projeto de inclusão social para crianças e jovens. Localizada no norte do Estado de Santa Catarina, a inauguração ocorreu em 15 de março de 2000, com o diretor do Teatro Bolshoi Vladimir Vasiliev, o prefeito de Joinville Luiz Henrique da Silveira, além de autoridades, artistas e comunidade. Vladimir Vasiliev e Luiz Henrique da Silveira tornaram-se os patronos fundadores da instituição.

Tudo começou quando em 1995, para que outras nações tivessem oportunidade de conhecer a metodologia aplicada na Rússia, o diretor artístico do Teatro Bolshoi, Alexander Bogatyrev, desenvolveu um projeto que reproduzia as mesmas características da Escola Coreográfica de Moscou.

Em 1996, a Cia. do Teatro Bolshoi realizou uma turnê no Brasil e Joinville foi incluída no programa. O espetáculo ocorreu no 14º Festival de Dança de Joinville. Os russos ficaram impressionados com a receptividade do público e a reverência da cidade diante da arte. Depois disso, o russo Bogatyrev esboça propostas para montar uma unidade da Escola no país, contemplando questões como a aplicação da metodologia, seleção de professores e alunos, estrutura física necessária.

Dois anos depois, o idealizador Bogatyrev faleceu. Mas seu legado era consistente: o esboço do projeto estava concluído e foi apresentado para prefeitos e diretores de instituições de ensino do Brasil. O prefeito de Joinville na época, Luiz Henrique da Silveira, comprometeu-se no desenvolvimento da proposta. No dia 20 de julho de 1999, na abertura do 17º Festival de Dança de Joinville, Alla Mikhalchenko, primeira bailarina do Teatro Bolshoi, assinou o protocolo de intenções com o prefeito.

Entre os fatores decisivos para a escolha de Joinville estava a profunda ligação da cidade com a dança, em função de seu tradicional festival anual. Além disso, o então prefeito empenhou-se pessoalmente nos processos institucionais entre o Brasil e a Rússia e disponibilizou uma área de aproximadamente 6 mil metros quadrados no Centreventos Cau Hansen, para instalação da sede.

Projeto referência em arte e educação

Desde o ano 2000 a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil é um projeto cultural em pleno desenvolvimento, cuja grandeza se verifica pela extensão social, dimensão cultural e pela abrangência educacional que alcança com seus propósitos e atividades. Uma verdadeira ponte cultural entre o Brasil e a Rússia. Sempre buscando a melhor formação, a Escola garante aos seus alunos o acesso ao mundo da cultura, ampliando seus horizontes e oportunizando um futuro digno através da arte.

Com o crescimento da Escola Bolshoi ao longo dos anos, foi possível formar uma Companhia Jovem e criar a oportunidade do primeiro emprego para os talentos formados na instituição. Um resultado gratificante não só para esses jovens que se dedicam por muitos anos à dança, mas também para todos que trabalham pela prosperidade e missão da única Escola do Teatro Bolshoi no mundo.

O Bolshoi Brasil é uma instituição consolidada tendo a sua importância ressaltada no Plano de Ação Brasil Rússia em 2010 e 2011. Neste documento o vice-presidente do Brasil, Michel Temer, que participou da V Reunião da Comissão Russo-Brasileira de Alto Nível de Cooperação – Moscou, junto com o Presidente da Federação da Rússia, Vladimir Putin, salientaram que o fortalecimento da Parceria Estratégica Bilateral constitui uma das prioridades de suas políticas externas.

Os líderes também assinaram uma Declaração Conjunta que manifestava a disposição de prestar todo o apoio a iniciativas de cooperação cultural e ressaltaram a importância da atividade da Escola do Teatro Bolshoi em Joinville.